Que os impostos no Brasil são abusivos, isso não é novidade pra ninguém, mas na sexta-feira (9) a Folha de São Paulo divulgou uma matéria sobre a Fnac, uma duty free no Aeroporto Internacional de Guarulhos, que inaugurou no domingo (11), onde seriam vendidos, dentre outros produtos, iPhones 5s sem impostos fazendo com que ficassem mais baratos que nos Estados Unidos. De R$2.519,10 (valor cobrado pela Apple no Brasil), um iPhone 5s de 16GB sairia por R$1.492,70. Vale ressaltar que eles seriam importados, então não teria garantia nacional e muito menos suporte ao 4G brasileiro.

fnac_1
Como já era de se esperar, a notícia teve repercussão nacional. A loja é bastante simples e está em fase experimental no Brasil. Na Europa é comum lojas que vendam produtos com isenção de impotos, entretanto, mesmo tendo sido inaugurada numa zona livre de impostos no embarque internacional do Aeroporto de Guarulhos, a Receita Federal impediu que a Fnac faça isso, pois para que isso aconteça, é necessário que se tenha uma autorização que ainda não foi concedida à loja.
A Fnac não é a “fada madrinha” que todos estavam pensando. O público-alvo da empresa são os estrangeiros que passam pelo Brasil e não os próprios brasileiros. Além do mais, graças à enorme burocracia existente, os produtos destinados à venda estão presos na alfândega. Em outras palavras, não se sabe se a Fnac poderá ou não comercializar produtos sem os impostos. Caso isso não aconteça, os valores dos produtos serão os mesmos do restante do país.

_fnac_Leiria_11_5089baed9673b